[Ebook] Como montar um quiver!Powered by Rock Convert

Muitos brasileiros têm o sonho de se tornar um surfista profissional. Uma das explicações para o crescente interesse dos jovens nesse esporte é o desempenho dos atletas do país no Campeonato Mundial de Surf (WCT). 

Em 2018, nove das onze etapas do WCT foram vencidas por brasileiros. Quem sagrou-se campeão mundial pela segunda vez foi Gabriel Medina. Além dele, Filipe Toledo também chegou à última etapa com chances. Já em 2019, dos 34 surfistas classificados para o circuito, onze representam o Brasil. 

surfista profissional

Essas conquistas estão estimulando os jovens a seguirem os passos dos seus ídolos. Entretanto, a caminhada não é fácil e necessita de muita dedicação! Quer saber o que você deve fazer para se tornar um surfista profissional no Brasil? Então, confira as quatro dicas que preparamos para você!

1. Foque no treinamento

O bicampeão mundial de surf Gabriel Medina decidiu, aos 11 anos de idade, que queria ser o melhor do mundo. Na época, seu padrasto e treinador, Charles, avisou o menino que, para ter sucesso, ele deveria ter dedicação total. Isso significava abrir mão de festas, dormir cedo, cuidar da alimentação, fazer natação e yoga, e treinar muito!

O sucesso de Medina não veio por acaso. Ele precisou se privar de muitas coisas e, claro, treinar muito! E essa é a nossa primeira dica para quem quer ser surfista profissional: foque no treinamento.

surfista profissional

Entre no mar todos os dias, procure diferentes tipos de ondas para surfar, treine aéreos, mas não se esqueça dos tubos e das ondas que exigem um estilo mais clássico. Na hora da competição, todas essas características pesam e podem ser decisivas para conquistar vitórias.

2. Procure patrocínios

Ninguém alcança o sucesso sozinho. No universo do esporte, contar com um suporte é um dos primeiros passos para quem quer ser profissional. Além disso, o surf é um esporte caro, que envolve um grande número de equipamentos, roupas e despesas com viagens.

Powered by Rock Convert

Você não precisa buscar um patrocínio de bico de prancha logo de cara, mas é extremamente importante contar com o apoio de algumas marcas menores (nem que seja uma empresa local). Por isso, faça um bom vídeo com a sua melhor performance e corra atrás de apoio!

surfista profissional
surfista profissional

3. Participe de campeonatos

A participação em campeonatos é um fator importantíssimo para aqueles que desejam ter uma carreira profissional no surf. Não importa o quão bem você surfe sem compromisso: durante uma bateria de campeonato, tudo muda.

É preciso aprender, desde cedo, a ganhar uma prioridade na remada, escolher a melhor onda, posicionar-se no melhor local do pico. Essas estratégias só podem ser desenvolvidas durante a competição.

Portanto, inscreva-se no maior número de campeonatos possíveis. E não se decepcione nem desista caso o resultado não seja o esperado! Lembre-se de que tudo tem o seu tempo, e muitos atletas que chegaram à elite se dedicaram por muitos e muitos anos. 

4. Tenha um objetivo e trabalhe para que ele aconteça

A última dica para quem quer ser um surfista profissional é traçar um objetivo e ir atrás dele. Você já sabe que o seu sonho é entrar na elite do surf mundial, então, agora é o momento de pensar nas ações que devem ser tomadas para que isso aconteça.

Por isso, coloque tudo no papel. Liste as suas principais habilidades, pense naquelas que precisam ser melhoradas e crie estratégias para que isso aconteça. Ao final, trace um plano e siga-o ao máximo que puder. 

Tornar-se um surfista profissional não é fácil, principalmente em um país como o Brasil, em que falta apoio para os atletas. Não basta apenas ser um bom surfista: é preciso ter muita dedicação dentro e fora do mar, e levar os treinamentos a sério.

Aprenda a surfar melhor!

Se quiser receber outras dicas para conseguir ser um surfista profissional e ficar por dentro do universo do surf, siga a Hawaii Surf Point no Facebook e no Instagram