Assim como outros esportes ou práticas, o skateboarding precisa de muita persistência. Basicamente, você só vai conseguir evoluir em cima do board depois de errar bastante.

Contudo, algumas manobras de skate são essenciais para aprimorar sua técnica no rolê. Hoje, vamos falar daquelas que você precisa treinar exaustivamente, ainda mais se está começando.

Olhe só a lista que fizemos das tricks que são base do skate no mundo!

Ollie

Essa é básica! A manobra foi criada por Alan Ollie Gelfand, daí a homenagem no nome. Ainda que seja difícil no início, ela é elementar para o seu desenvolvimento. O Ollie é o salto com o skate, no qual você o tira do chão para desviar de obstáculos, por exemplo.

Comece flexionando os joelhos, pise no tail (parte de trás) do skate, fazendo com que ele saia do chão, então desloque o nose (parte da frente) para o alto. Lembre-se: em qualquer manobra, você precisa entender o movimento do skate e usar o seu peso para criá-lo.

Já no ar, arraste o pé que está na frente, por cima do shape, em direção ao nose. O skate vai voltar à posição horizontal durante o salto. Nesse momento, ajeite a sua base para aterrissar — sempre flexionando os joelhos — na posição correta.

Nollie

Como o próprio nome sugere, não deixa de ser o bom e velho Ollie. Porém, desta vez, o seu pé da frente é que vai bater o nose. Ou seja, o tail é quem vai estar mais alto no início do movimento.

Já que o pé da frente vai bater o nose, naturalmente, o de trás é que arrasta até o tail. O que dificulta é que você vai bater o nose com o pé que não está acostumado. Um ótimo motivo para você treinar o Nollie é ajudar seu cérebro a assimilar diferentes movimentos em cima do skate.

Se você conseguir executar com perfeição o Ollie e o Nollie, pode começar a treinar outros tipos de manobras do esporte com mais facilidade.

Flip

Os Flips — ou Kickflips — são uma categoria de manobras do skate que fazem o board girar lateralmente no seu próprio eixo. Algo parecido com a rotação do nosso planeta. Aqui no Brasil, muitos chamam isso apenas de Flip, e definem o que é conhecido na gringa por 360° Kickflip como Kickflip.

De qualquer forma, vamos usar a definição do skater Rodney Mullen, que inventou o Flip ou Kickflip. Mais uma vez, o Ollie aparece como uma importante personagem da história. A base para o Flip é justamente a manobra mais básica do skate, com uma variação no chute (daí o “kick” no nome).

Você acrescenta um pequeno movimento diagonal ao arrastar o pé da frente em direção ao nose. Essa pressão na lateral no skate durante o salto é que vai fazer com que ele rode em torno de si mesmo. Quanto mais alto e estável o seu Ollie, mais fácil fica executar o Kickflip.

Pop Shove-It

Essa é uma das manobras do skate que mais ajudam a entender um princípio básico: respeite o movimento do board. Você é quem precisa se acostumar com a forma com que seu skate se comporta no ar, não o contrário.

Nessa manobra, o skate salta do chão fazendo um giro de 180°. O passo inicial seria a batida no tail contra o chão (o famoso Pop). Quanto mais bem executado o pop, mais controle você tem sobre o início de qualquer manobra do tipo.

Muitas vezes, você não vai nem precisar empurrar os seus pés em direções contrárias. Basta não chutar o nose como no Ollie, tirando os dois pés do skate depois da batida. O skate tende a girar sozinho, e você só precisa esperar a hora certa para posar em cima do board novamente.

As manobras de skate são mais do que tricks, elas vão representar a sua personalidade no board. Afinal, o skate é mais do que um esporte ou o desafio à gravidade, é um estilo de vida.

Quer saber mais sobre o universo do skateboarding? Então assine nossa newsletter e receba os conteúdos que a Hawaii Surf Point prepara especialmente para quem compartilha da mesma paixão!