Você sabia que, assim como os skates, existem diversos tipos de patins, específicos para cada estilo de patinação? Nos últimos anos, apesar da patinação ter evoluído bastante, sendo praticada por todo tipo de público, de crianças a adultos, muitas dúvidas ainda persistem quando chega a hora de escolher o modelo ideal para cada modalidade. São eles:

  • Fitness / Inline
  • Freestyle / Urban
  • Agressive / Street
  • Slalom
  • Speed / Corrida
  • Downhill
  • Quad

Mas, você ficou interessado e quer aprender um pouco mais sobre esse assunto? Então não deixe de conferir o post de hoje! Nele, listamos 7 diferentes tipos de patins e suas respectivas modalidades. Acompanhe!

1. Fitness / Inline

Patins Fitness / Inline

Os patins inline ou roller são os tipos mais comuns, indicados para os iniciantes e utilizados para andar em superfícies lisas de asfalto ou concreto, como ruas, ciclovias, parques e locais destinados à prática da patinação e do skate, como a Praça Palmares, em Santos.

Surgiu em 1760 e desde então não parou de evoluir. A sua popularização mais notável ocorreu a partir da década e 80, primeiramente nos Estados Unidos e 10 anos depois, no Brasil.

Como o próprio nome já diz, esse modelo tem as suas rodas dispostas em linha, uma atrás da outra, numa inspiração clara em relação às laminas dos patins do gelo. São inúmeras as formas de realizar manobras que podem ser feitas tanto nas ruas, quanto nas pistas.

O formato de competição mais comum é o de linha, que é uma apresentação livre do patinador na pista por um tempo estabelecido, comumente variando entre 45 e 60 segundos. Outra modalidade é o best trick, que premia a melhor manobra.

No entanto, muita gente gosta mesmo é de sair andando livremente por aí. É um dos tipos de patins mais recomendados para queimar calorias e melhorar o condicionamento físico, pois são fáceis de se equilibrar, além de leves e confortáveis.

2. Freestyle / Urban

Patins Agressive / Street

As competições de freestyle consistem em executar manobras durante a corrida entre os cones. Vence quem fizer as melhores manobras em menos tempo. Esta modalidade predominantemente urbana é indicada para quem gosta de fortes emoções e não tem medo de radicalizar no meio da rua ou em obstáculos públicos.

Os tipos de patins utilizados são mais robustos e resistentes, com o intuito de facilitar a execução de manobras, giros, deslizamentos em superfícies e saltos. Suas rodas podem ter de 72mm a 84mm e sua base é totalmente ajustável para facilitar o encaixe ao pé do atleta, proporcionando melhores manobras.

As competições de maior destaque são o World Games (que ocorre a cada 4 anos), o Mundial de Patinação Freestyle (que é realizado anualmente), o LG Action Sports World Tour (também é anual) e o popularíssimo XGames, com suas multidões de expectadores. Uma das maiores estrelas nessa modalidade é a brasileira Fabíola da Silva.

3. Aggressive / Street

Patins Agressive / Street

Agressivos e perigosos, os patins de street são os mais robustos e resistentes entre todas as categorias. No entanto, possuem rodas menores, com uma separação maior entre as duas da frente e as duas de trás, ou até mesmo somente duas rodas, com uma base forte e espessa, para proporcionar maior estabilidade e precisão nos movimentos.

A intenção desse formato é reduzir os danos causados pelos impactos das manobras feitas em halfs, corrimões, canos, paredes, escadarias e rampas de skate parks. O estilo prioriza que os competidores realizem saltos extremos, giros, deslizes sobre um corrimão, um cano ou um banco, manobras em cantoneiras, telhados, andar em paredes ou superar qualquer obstáculo que estiver pelo caminho.

Vence quem fizer as manobras mais difíceis, com a execução de maior qualidade. Não por acaso, os praticantes de Aggressive / Street são mais suscetíveis a lesões e precisam contar com um preparo físico excelente e um grande aparato de proteção, como joelheiras, cotoveleiras e capacetes de excelente qualidade.

4. Slalom

Patins Slalom

 

slalom é uma vertente da patinação freestyle, porém, mais artística e acrobática. Quem os usa, geralmente, necessita de agilidade, precisão e rapidez nos movimentos para realizar curvas, giros e truques sobre rodas.

É praticado em pistas de madeira ou concreto liso e o intuito é o de realizar manobras diversas desviando de cones com distância entre eles que variam de 40cm, 60cm, 80cm, 1,20m.

Com diversas competições de alcance mundial, a sua grande diferença está justamente nas rodinhas de, geralmente, 80mm, com bases rockeadas, em que a primeira e a última têm alturas diferentes das duas centrais para facilitar na liberdade das ações. Essa pequena mudança facilita as manobras curtas do esporte.

5. Speed / Corrida

slalom é uma vertente da patinação freestyle, porém, mais artística e acrobática. Quem os usa, geralmente, necessita de agilidade, precisão e rapidez nos movimentos para realizar curvas, giros e truques sobre rodas.

É praticado em pistas de madeira ou concreto liso e o intuito é o de realizar manobras diversas desviando de cones com distância entre eles que variam de 40cm, 60cm, 80cm, 1,20m.

Com diversas competições de alcance mundial, a sua grande diferença está justamente nas rodinhas de, geralmente, 80mm, com bases rockeadas, em que a primeira e a última têm alturas diferentes das duas centrais para facilitar na liberdade das ações. Essa pequena mudança facilita as manobras curtas do esporte.

6. Downhill

Patins Downhill

downhill é uma modalidade que oferece mais riscos para os competidores e, por isso mesmo, só é indicada para quem já tem muitos anos de prática e muita autoconfiança sobre as rodinhas.

Se você sempre busca ainda mais velocidade, os patins de downhill o permite descer em velocidades superiores aos 100km/h. As competições podem ser em ladeiras, estradas e serras.

Os patins são semelhantes aos modelos usados da modalidade speed, mas possuem uma roda a mais e uma base, de alumínio aeronáutico, mais longa para dar maior estabilidade e segurança ao patinador. Exige equipamentos de segurança similares aos utilizados por praticantes de motovelocidade, como macacão, luvas e capacete fechado.

7. Quad

Patins Quad

downhill é uma modalidade que oferece mais riscos para os competidores e, por isso mesmo, só é indicada para quem já tem muitos anos de prática e muita autoconfiança sobre as rodinhas.

Se você sempre busca ainda mais velocidade, os patins de downhill o permite descer em velocidades superiores aos 100km/h. As competições podem ser em ladeiras, estradas e serras.

Os patins são semelhantes aos modelos usados da modalidade speed, mas possuem uma roda a mais e uma base, de alumínio aeronáutico, mais longa para dar maior estabilidade e segurança ao patinador. Exige equipamentos de segurança similares aos utilizados por praticantes de motovelocidade, como macacão, luvas e capacete fechado.

 

Quer saber ainda mais sobre patins e como começar? Baixa agora o nosso e-book grátis “Tudo o que você precisa saber para patinar”

Ebook Grátis - Tudo que você precisa saber para patinar! Baixe agora!