Seja no street, vertical, banks, minirrampa ou bowl, uma situação é certa: os equipamentos para skate fazem total diferença na performance.

Além de contribuir com a velocidade, estabilidade, segurança, facilidade nas manobras e até mesmo no visual do skate, os detalhes são importantes no processo de evolução de cada skatista e vão bem além do desenho e formato dos shapes. Com tantas possibilidades no mercado, é preciso conhecer do assunto para fazer a escolha correta. 

Para ajudar você a montar o skate ideal, selecionamos, neste post, cinco equipamentos que não podem ficar de fora da sua seleção. Vamos a eles! 

1. Shape

Equipamentos de Skate - Shapes - Confira

Com vários tamanhos e formatos, o shape precisa ser escolhido de acordo com o tipo de pista que você andará. No caso do street, opte pelos mais finos que facilitarão na execução das manobras de rua, como flips, ollies, além de várias manobras em caixotes e canos. 

Se a sua vibe é o vertical ou pistas (bowl, minirrampas, banks e afins) fique com os mais largos, pois a velocidade será bem maior, necessitando de uma maior estabilidade nas manobras de borda ou de rampa, sem falar nos fakes e carvings. 

Agora, se você quer descer ladeiras ou obter uma grande velocidade em ciclovias ou ruas, a dica é o longboard — bem maior do que os modelos tradicionais. Para quem quer tirar onda, existe o cruiser

O tamanho dos shapes também deve ser de acordo com a altura do skatista. Assim, os de street têm de 7,5″ a 8″, enquanto os de pista ou old school acima de 8″ em uma escala que vai até 8,25″. 

2. Trucks

Equipamentos de Skate - Trucks - Confira

Os dois eixos do skate são compostos por amortecedores, chupetas, parafusos, porcas e arruelas. Apesar de muita gente não usar mais pads, há quem opte pela base para evitar que as rodas peguem no shape em uma curva, deixando o skate mais alto. 

Os trucks têm tamanhos diferentes e devem ser escolhidos com base no shape, ou seja, o que mandará é a medida da largura do T. A função do equipamento é prender as rodas e rolamentos por meio do auxílio de porcas de pressão.

Os eixos também são fundamentais para a execução de manobras de bordas pelos skatistas, como fifity, parada de stall e grind. 

3. Rolamentos

Equipamentos de Skate - Rolamentos - Confira

A velocidade do skate depende muito dos rolamentos. Para montar um carrinho, você precisará de oito rolamentos, sendo dois em cada roda. 

Existem modelos nacionais e importados, com diferentes tipos de materiais, como aço, cerâmica e osso. Priorize sempre os com classificação ABEC de maior número, que garante mais qualidade. Todos os rolamentos são indicados para trucks com até 180 mm. 

Apesar de não usar a classificação ABEC, os rolamentos Bones são bem superiores e muito indicados para quem anda em pistas.

4. Rodas

Equipamentos de Skate - Rodas - Confira

As rodas são equipamentos para skate especificadas a partir de sua dureza, com várias categorias. Existem as próprias para vertical, street, bowl, entre outras pistas. 

Com isso, as 97A ou superiores são mais macias e indicadas para rua, calçadas e asfalto. As de 90A a 97A rodam bem tanto em pistas quanto na cidade.  

As mais macias grudam mais no chão e são indicadas para quem quer dar slides. Exemplos são as acima de 80A. 

Rodas com maior diâmetro correm mais, enquanto as menores são mais eficazes nas manobras de street. Portanto, mais uma vez, a escolha precisa ser feita com base onde você andará.

5. Lixa

Equipamentos de Skate - Lixas - Confira

Por fim, todo shape precisa de uma boa lixa para ninguém escorregar facilmente em cima do skate

A dica é escolher um lugar especializado em skateboard para a compra e colocação correta, dando aquele acabamento impecável.  

No mais, contando com todos os equipamentos para skate, inclusive os de proteção, é só se jogar nos treinos, dando aquele yeah para cada nova manobra executada.  

Você quer montar um skate com a sua cara? Então veja as opções de equipamentos em nosso site