Ano passado tivemos o prazer de sediarmos as Olimpíadas, onde também foi anunciando que duas paixões nacionais, o Surf e o Skate, serão esportes olímpicos na próxima edição dos jogos que acontece em 2020 em Tóquio.

Mas está havendo um grande impasse entre o COI (Comitê Olímpico Internacional) e a CBSk (Confederação Brasileira de Skate). O COI não aceitou a CBSK como federação representativa do esporte, o que pode causar um grande impacto na representação dos atletas nos Jogos Olímpicos. Entenda mais.

Decisão Polêmica

A CBSk a mais de 20 anos vem organizando os principais campeonatos de skate por todo o Brasil, ajudando a revelar muitos atletas e apoiando a cultura do skate. Nada mais justo que a organização representasse e preparasse os atletas para os Jogos. Mas o COI não está aceitando a CBSk como representante do esporte no Brasil.

Isso se dá por conta de um motivo burocrático. Um dos requisitos para uma entidade se filiar ao Comitê Olímpico Internacional (COI) é ter 90 entidades associadas a ela em 90 países diferentes, algo que a Federação Internacional de Skateboard não tem.  E nesta quinta-feira, 26, o COI aceitou a Confederação Brasileira de Hóquei e Patins (CBHP) com a entidade responsável pela representação do esporte e seleção dos atletas para as Olímpiadas de Tóquio 2020.

Atletas ameaçam boicote a decisão

Claro que isso não agradou nem um pouco aos atletas brasileiros. Em entrevista ao Planeta Sportv, Pedro Barros, hexacampeão mundial e indicado ao Prêmio Laureus, o Oscar do Esporte, já ameaçou não participar da Olimpíada caso a CBSk não seja a representante. Além disso, o catarinense de 21 anos criticou a maneira como a CBHP gere os seus esportes e teme pelo crescimento do skate.

Seria comunicado inicialmente que seria a Confederação Brasileira de Hóquei e Patins quem estaria representando. Mas nem sequer pelo hóquei e patins eles fazem. Essas modalidades no Brasil já estão bem pra baixo há anos, aliás, nunca estiveram em alta. Então é preocupante porque nenhum dos skatistas brasileiros vai estar na Olimpíada de Tóquio se eles estiverem nos representando” – afirmou Pedro Barros, que tem o apoio de Mineirinho e Ron Gomes.

Mas o CBSk não ficou de braços cruzados, a 2 semanas criou a campanha #somostodosCBSk, um abaixo assinado que será encaminhado ao COB para que intermedeie junto ao Comitê Olímpico Nacional a representatividade do esporte para os Jogos Olímpicos.

Até o momento da publicação desse post já foram colhidas 12.000 assinaturas e falta pouco para atingir a meta de 15.000 assinaturas que serão encaminhadas para Sr. Carlos Arthur Nuzman, Presidente do Comitê Olímpico Brasileiro.

#somostodosCBSk - Clique e Assine

Quer apoiar o movimento? Clique aqui e assine o abaixo assinado

E você o que acha da decisão do COI? Concorda em que a representação do Skate brasileiro não fique a cargo da CBSk? Deixe o seu comentário.

Gostou deste post? Acompanhe todas as novidades do mundo do Skate e outros assuntos. Curta-nos no Facebook e siga-nos no Instagram.

NÃO PERCA NENHUMA NOVIDADE DO BLOG!

Assine o melhor conteúdo sobre moda e cultura Surf & Skate
e Ganhe 5%OFF para usar em nossa Loja Virtual!